Encontrar empresa por:

Ícone TítuloColunas

Compartilhe:

Desemprego no Lixão

23/09/2018


O maior lixão da América Latina foi desativado em 2012, após 34 anos, e fez com que famílias inteiras ficassem desempregadas.
 

Sabe-se ainda que “Instalado sobre um mangue às margens da baía de Guanabara e na confluência dos rios Sarapuí e Iguaçu, em Duque de Caxias (Baixada Fluminense), o aterro recebeu ao menos 70 milhões de toneladas de lixo sem qualquer proteção.”
 
E muitas famílias ficaram desempregadas. Pai, mãe, vô, vó, filho e filha, gente que vive do lixo para comer e viver em condições precárias e desumanas.
 
Como podemos imaginar uma situação mais degradante e desumana do que esta, viver em função daquilo que a maioria da população se desfaz, por não prestar mais para uso e alimento? As notícias são as mais absurdas que se possa ler ou ouvir. “Hoje, este lixão clandestino é comandado por traficantes que se instalaram no local. Sem dar chance às famílias que precisam trabalhar”.
 
As pessoas que estão lá são catadores de materiais recicláveis, mas que convivem com lixo hospitalar, venenos, intoxicação química, urubus, ratos, cobras e lagartos. Esse é o nosso Brasil, que se preocupa mais com mudar o lixão, avaliar a contaminação, mas esquece do povo e da família. Os governos têm coragem de afastar famílias que precisam, mas se derretem de medo frentre a necessidade de expulsar os traficantes.
 
Sim, esse povo cansado, faminto e miserável, que não tem nem a miserável do Bolsa-família para ajudar. É o povo “ratificado”, uma mistura de rato com conformado, (talvez seja um cognato), ou pode ser um cocô de rato (talvez seja um parônimo), mas com certeza representa a miséria em seu pior grau (talvez seja o substantivo feminino mais doloroso da vida).
 
E você, depois de ter o privilégio de ler este “Entrance”, ainda acha que sua situação é ruim?

Façamos o seguinte, volte o pensamento para sua empresa e veja se vale a pena continuar, arrumar a casa e enfrentar todas as dificuldades deste país ou é melhor largar tudo porque se sente triste e sem esperança?
 
Não deixe que notícias, pessoas e fatos façam você desistir daquilo que mais quer na vida. Acredite. Lute. Conquiste. E acima de tudo, seja feliz!
 
Desconfie do destino e acredite em você. Gaste mais horas realizando, fazendo que planejando, vivendo do que esperando.
 
As pessoas a sua volta esperam um indivíduo forte, sem medo da realidade e que possa votar e tentar mudar os que governam ou os que querem governar, mas não servem ao Brasil.
  
Vá, faça sua parte na empresa, mude, inove, crie desejos de buscar o impossível e, principalmente, faça de sua vida um mundo melhor, pois com isto você servirá de exemplo, para os seus pares, família e colegas.
 
Mude-se.  Vote consciente!